29 de maio de 2012

A síndrome do atirador de pedras

Postado Por: Rogério da Fonseca with 1 Comentario


Saudações gente boa! Como estão todos? Espero que estejam muito bem! Hoje vamos conversar sobre a síndrome de atirar pedras! Vou contar-lhes um relato em que levaram até Jesus uma mulher adúltera. Logos nos primeiros versos de João 8, já começamos a ver como o espírito de perfeição, julgamento e lei se manifestam nos religiosos. Conta-nos a Escritura, que a mulher fora apanhada em adultério foi levada de imediato a Jesus. E na ocasião, ainda relata o texto que a fizeram ficar de pé diante de todos.

Posso dizer que a primeira caraterística que os “perfeitos”, “irrepreensíveis” tem é de expor o pecador a vergonha. Eles descobrem o pecado de algum irmão ou alguém que não faça parte do grupinho dos “salvos” e expõe. E junto da exposição vem todo o discurso vazio e medíocre de santidade. Vocês já devem ter passado por isso ou viram muitos passando por esse episódio. E em alguns lugares, existe a tal disciplina, em que o pobre que foi achado no pecado tem sua atividade que desenvolve pra sua denominação suspendida pelo líder. Exemplo básico de lei e não de GRAÇA!

Voltando ao texto bíblico, as pessoas estavam lá com suas pedras cheias do direito de santidade, cheias do sentimento de: eu nunca fiz isso! Outros podiam dizer: essa mulher tá “endemoniada”. E tem inúmeras outras pedras. Essas pedras hoje são palavras, sentimentos. O ódio então tem um peso que é horrível. Se cai na cabeça do vivente mata! E na verdade, a gente gosta de usar essas pedras!

E Jesus nos mostra que a Graça dele está sobre nós e sobre o pecador que fora surpreendido na prática do pecado. E que pra Ele, pouco importa se o pecador vai ser julgado ou não, o amor dEle é incondicional! Essa verdade pira os santos, os perfeitos, os irrepreensíveis! Agora vem a pergunta que você deve responder, com toda a sinceridade: você é um mestre da lei que faz tudo que a “igreja”, o líder, a religião diz e que lá no fundo apedreja a todos? Você gosta de “retirar” a graça de Deus do pecador, achando que sua vivência “santa” vai te levar pro céu? Responda!

Respondeu? Hum, que bom! Agora você tem 2 opções: a primeira é deixar de ser mentiroso e hipócrita, parando de tentar agradar a Deus com os métodos religiosos e se converter de verdade, receber a marca de filho de Deus, ser lavado na Graça. E pra se converter, não precisa de choreiro nem de um monte de gente pra te ver. Basta que você diga sim ao que Deus falou contigo e receba a graça de coração.

 Aceite a graça assim como você esta! A segunda opção é continuar se achando perfeito e viver de acordo com tudo que os líderes, “igrejas”, religiões falam. Ai você já vai saber que aquele que nasce do espírito é espirito, e espírito não é templos, regras, leis, líderes, denominações e etc, espírito é GRAÇA! Escolha uma das opções e seja feliz! Espero que você escolha a primeira, pois a graça é de GRAÇA!

Nele, que é amor em essência e nos dá tudo em graça e de graça,

Rogério da Fonseca.
← Postagem mais recente Página inicial

Um comentário:

  1. Amem !!eitaaa palavra isso ai,Deus é amor sim,eu concordo!!
    Deus é fiel!!parabens pelo trabalho!!

    ResponderExcluir